Visitas totais: 19148798

COLUNA POSTADA POR:

Arilton Barreiros (Política)

E-mail: arilton@radiosc.com.br

Fone/fax:

COLUNAS

O que rola na Região

16/04/2015

 Frase: A riqueza não está na posse de tesouros, mas no uso que deles se faz. Napoleão Bonaparte, general e imperador francês.

 
Foto: Presidente do PSDB de Tubarão, ex-prefeito Carlos Stüpp, marcou para dia 16 de maio a convenção do partido e garantiu que os tucanos terão candidato a prefeito ano que vem.
 
 
 
- A nova administração do Hospital Nossa Senhora da Conceição de Tubarão deverá divulgar, em breve, uma nova mudança nas visitas que são feitas aos doentes. A ideia é permitir duas visitas por pacientes entre as 7 da manhã e as 19h, sem intervalo. Hoje os horários são restritos das 12 às 14 e das 17 às 18h. 
 
- A Associação de Jovens Empreendedores de Tubarão (Ajet) realizou na Associação Empresarial de Tubarão, o 5° Café Político com o tema “Desenvolvimento na região da Amurel”. O evento teve a participação do deputado estadual José Nei Ascari, PSD.
 
- Uma das leis que não é cumprida em nosso Estado é a que obriga, em locais públicos, o uso de guia e focinheira em cães de grande porte, principalmente. A lei, de autoria do deputado Marcos Vieira, aprovada em 2007, também é como se não existisse. Quem anda pelas ruas dos nossos municípios sabe disso.
 
- Prefeito de Pescaria Brava, Antônio Honorato, esteve em audiência com o secretário de Estado da Agricultura e Pesca, Moacir Sopelsa. Na pauta, a busca de apoio junto à secretaria para a realização do XVIII Encontro Regional das Mulheres Agricultoras e Pescadoras, que o município sediará no mês de maio. 
 
- Deputado estadual Mário Marcondes (PR) protocolou indicação ao governo do Estado solicitando a possibilidade da criação de um Fundo, denominado Crédito Educativo Estudantil, nos moldes do FIES, para garantir acesso aos catarinenses no ensino superior, sendo este fundo ligado ao Badesc. 
 
- Comitiva de Treze de Maio, formada pelo prefeito Clésio Bardini de Biasi e pelo vice-prefeito Agnaldo Carara, acompanhada dos prefeitos e assessores de Sangão e Jaguaruna, esteve no gabinete do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Nelson Schaefer Martins, onde pediu a instalação de mais uma vara para a comarca de Jaguaruna.
- Produtores de camarão de Laguna que tiveram sua criação atingida por praga não têm direito à indenização. Foi o que decidiu, na última semana, a 4ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4). Os pedidos foram negados em primeira instância e os autores recorreram ao tribunal.
- Presidente da Câmara de Capivari de Baixo, Ismael Martins (Mael), visitou o Colégio Dr. Otto Feuershuette para verificar o relato do pai de um aluno que se queixou que há seis anos a escola recebeu sete aparelhos de ar-condicionado que ainda não estão em funcionamento. Os mesmos foram apenas colocados nas paredes.
- Leitor Juarez Bittencourt, conceituado advogado da região, está cumprimentando o vereador João Gonçalves Fernandes (PSDB), que vem lutando para a colocação de placas indicativas nas ruas de Tubarão. Hoje, é a pior cidade no Estado neste quesito.
 
- A Unisul está implementando neste ano o Programa de Evangelização Universitária através da Pastoral, em parceria com a Diocese de Tubarão. A Pastoral envolve profissionais e estudantes sob a coordenação do padre Eduardo Rocha, representante da Diocese, e da professora Marilene Lapolli, representante da Unisul.
 
 
POUCO MUDOU
 
Nos últimos oito anos, portanto, de 2008 até 2015, estamos percorrendo cerca de 215km entre Imbituba e Nova Trento, passando por Aratingaúba (Imaruí), Vargem do Cedro (São Martinho), São Bonifácio, Rancho Queimado, Angelina e Major Gercino. Por incrível que possa parecer, durante todos esses anos pouco mudou em termos de obras públicas e melhoramentos privados. A telefonia continua sendo uma vergonha. As estradas permanecem da mesma forma e lamentavelmente se vê várias escolas fechadas e deterioradas pelo tempo. Não fosse a iniciativa dos moradores com algumas construções de casas e reformas, o cenário do caminho seria igual. Talvez por isso é que se vê tantas propriedades com placas de vende-se. O homem estabelecido no interior continua preferindo ir para os grandes centros pela falta de condições que tem para sobreviver. E, convenhamos, com toda razão. Nossos governantes não enxergam isso. 
 
LEITOR SUGERE
 
A respeito da celeuma que envolve o pagamento da iluminação da ponte Anita Garibaldi, em Cabeçudas, o leitor Manoel João Delfino Neto nos manda o seguinte e-mail: “Eu ouço, vejo, leio e navego, mas não entendo o porquê dessa discussão em volta da iluminação da ponte em questão. Ora, se as despesas são da ordem de R$ 10 mil por mês, em um ano será R$ 120 mil, correto? Dois anos, o dobro. Tenho certeza de que com o tempo o custo será gratuito. Pois bem, está faltando energia em nosso país, o consumo é alto assim como o preço e os gestores públicos estão correndo atrás de alternativas de produção e economia. Quanto custará o projeto de iluminação da ponte se for feito através de energia solar? O local nem precisa de elogios, ali o sol amanhece às 5 horas e anoitece quase às 19 horas. Ou seja, temos energia solar quase 14 horas diárias. Meu amigo, continuo a perguntar: por que não usar a energia solar na ponte? A sociedade agradece”.
 
 
RATOS NO CONGRESSO
 
A notícia de maior repercussão no Brasil nos últimos dias está relacionada à soltura de alguns ratos na sessão da CPI da Petrobras, ocasião em que foi ouvido o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto. O servidor da Câmara Márcio Marins de Oliveira, que soltou os ratos, tem ligações estreitas com o deputado federal Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força Sindical, que é filiado ao partido da Solidariedade, de São Paulo. No ano passado, Márcio ajudou a recolher assinaturas para a formação do Partido da Solidariedade e acabou sendo secretário parlamentar no gabinete do deputado Paulinho. Atualmente, está lotado na 2ª vice-presidência da Câmara. Depois do incidente de ontem, ele foi exonerado por ordem do presidente da casa, Eduardo Cunha. Alguns podem até achar graça e dar razão ao ato do servidor, mas não podemos esquecer que a Câmara faz parte de um dos poderes do Brasil e, por isso, merece respeito. Mas o fato deve ter servido de alerta aos parlamentares.
 

IMAGENS