Visitas totais: 18263270

NOTICIA POSTADA POR:

Arilton Barreiros (Política)

E-mail: arilton@radiosc.com.br

Fone/fax:

NOTICIA:

POLÍTICA - O que rola na Região

18/11/2015

 Frase: Aquele que luta contra os monstros deve tomar cuidado para não se tornar um deles. Friedrich Nietzsche, filósofo alemão.

 
Foto: Vereador do PMDB de Tubarão, Joel Geraldino de Almeida, o popular, Joel da Farmácia está descontente com líderes do partido que não o convidam para nada. 
 
Entrelinhas
 
- Ministro do Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski determinou que os médicos estão proibidos de utilizar as dependências dos hospitais públicos para atender pacientes particulares em Santa Catarina. Segundo o Dr. Cleberson José Garcia médico em Capivari de Baixo a medida do STJ não proíbe o atendimento do riso nos hospitais públicos.
 
 
- Prefeito de Braço do Norte, Ademir Matos, pretende fechar o ano com os salários dos servidores em dia e com todo décimo terceiro pago. Ademir enfrentou dificuldades na administração em virtude da dívida de R$ 10 milhões deixada pelo seu antecessor e pelos muitos precatórios que não foram pagos.
- Se depender do presidente da Câmara, Jairo Cascaes, e do secretário regional, Caio Torkaski, o PSD estará alinhado na eleição para prefeito no ano que vem com o PMDB e PP. Entretanto, como democratas que são, respeitarão a decisão da maioria do diretório municipal sem nenhuma contestação.
 - PSDB de Tubarão, que está se organizando em todos os sentidos para disputar a eleição do ano que vem e tem em Carlos Stüpp o nome forte para o embate, deverá ter o reforço na campanha do vereador Gilson Paes Vieira, o Chumbinho, do PSD, e provavelmente do vereador do PMDB Joel Geraldino de Almeida.
- A concorrência na telefonia celular cresce cada vez mais. A Claro está anunciando acesso ilimitado para WhatsApp, Facebook e Twitter para os planos pós-pagos e controle. A empresa observou que a internet se tornou imprescindível para os usuários e saiu na frente dos concorrentes.
 
- Diretor executivo da Amurel, Celso Heidemann, participou da última reunião do ano da Instância de Governança Encantos do Sul, em Treze de Maio. Na pauta, as questões relacionadas com a preparação para o Seminário de Integração Serra-Mar, que se realizará em Balneário Rincão dia 26 próximo.
 
- A satisfação geral do passageiro nos principais aeroportos do Brasil alcançou a nota mais alta da série histórica que teve início em 2013, segundo pesquisa da Secretaria de Aviação Civil. Em uma escala de 1 a 5, a avaliação média apurada no terceiro trimestre de 2015 foi de 4,15. Foram entrevistadas 13 mil pessoas.
 
- A concorrência na telefonia celular cresce cada vez mais. A Claro está anunciando acesso ilimitado para WhatsApp, Facebook e Twitter para os planos pós-pagos e controle. A empresa observou que a internet se tornou imprescindível para os usuários e saiu na frente dos concorrentes.
 
- O Democratas de Capivari de Baixo, sob o comando do novo presidente, Victor Alexandre, também está de olho na eleição para prefeito no ano que vem. A possível ida do vereador Edison da Elétrica para o quadro do Democratas irá fortalecer muito a sigla para o embate eleitoral.
 
- O Rosa Folia que vem se superando a cada edição pretende destacar a Ponte Anita Garibaldi em seus abadás. A idéia é homenagear esta grande obra que veio facilitar o trajeto das diversas regiões até Laguna. Sábado próximo no Sambódromo tem Chiclete com Banana e Léo Rodrigues numa primeira mostra do que será o bloco em 2016.
 
 
SÓ NÃO ESTUDA QUEM NÃO QUER
 
O Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país, está com inscrições abertas para o ano que vem e disponibiliza mais de 200 mil bolsas com até 70% para diversos cursos e instituições de ensino em todo o Brasil. O Estado de Santa Catarina foi contemplado novamente com o programa e está colocando à disposição mais de 44 mil vagas. Em Tubarão, as oportunidades são para graduação, pós-graduação, cursos de idiomas, preparatório para concursos, cursos profissionalizantes e pré-vestibular. Para se inscrever gratuitamente, é necessário realizar o cadastro no site oficial do programa, www.educa
maisbrasil.com.br, onde também é possível consultar as instituições e cursos, selecionando o estado e a cidade interessada. O papel do Educa Mais Brasil é oportunizar a milhares de pessoas estudar e transformar suas vidas. Só não estuda, hoje em dia, quem não quer.
 
 
LIÇÃO DE OTIMISMO
Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos, ao participar do 10º Encontro Nacional da Indústria em Brasília, na última quinta-feira, patrocinado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), deu uma lição de otimismo aos empresários do Brasil. Disse que os desafios econômicos que o país enfrenta deveriam ser vistos com mais tranquilidade pelos empresários. Ressaltou que no Brasil não há conflitos religiosos nem guerras e lembrou os avanços que o país obteve nos últimos 25 anos. Clinton também fez uma menção à redução da desigualdade e destacou o nascimento do Bolsa Escola durante o governo de Fernando Henrique Cardoso e que cresceu no governo Lula. “Há mais notas positivas do que negativas sobre o Brasil. Está perfeitamente claro que nossos destinos, do Brasil e dos Estados Unidos, estão interligados”, avaliou. O ex-presidente norte-americano disse ainda que o Brasil é um país que tem enorme riqueza de recursos naturais e que o progresso social e as políticas inclusivas e econômicas devem encorajar os empresários brasileiros.
 
PREVISÕES DE UMA ORGANIZAÇÃO
A economia do Brasil deverá encolher 3,1% neste ano, e cerca de 1,2% no ano que vem. As previsões foram divulgadas pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). De acordo com a organização, o país vive um momento crítico, com desafios na situação fiscal e com alta taxa de inflação. A OCDE afirma que a queda nos preços das commodities, que são produtos básicos, com cotação internacional, como, por exemplo, a soja, e o envelhecimento da população foram alguns dos fatores que levaram a economia nacional a encolher. Além disso, segundo a entidade, o Brasil vai precisar controlar a expansão dos gastos públicos e, principalmente, dar início a uma reforma no sistema previdenciário. Os motivos que levaram o Brasil a ter a recessão atual foram a grave crise política, os erros do modelo econômico praticado pelo governo e a atual conjuntura financeira mundial.
 

IMAGENS

OUTRAS POSTAGENS